Experiências no Deserto

Pregação de Domingo dia 17 de Setembro de 2017.

EXPERIÊNCIAS NO DESERTO

v.1 “Tenham o cuidado de obedecer a toda a lei que eu hoje lhes ordeno, para que vocês vivam, multipliquem-se e tomem posse da terra que o SENHOR prometeu, com juramento, aos seus antepassados. v.2 “Lembrem-se de como o SENHOR, o seu Deus, os conduziu por todo o caminho no deserto, durante estes quarenta anos, para humilhá-los e pô-los à prova, a fim de conhecer suas intenções, se iriam obedecer aos seus mandamentos ou não. v.3 Assim, ele os humilhou e os deixou passar fome. Mas depois os sustentou com maná, que nem vocês nem os seus antepassados conheciam, para mostrar-lhes que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca do SENHOR. v.4 As roupas de vocês não se gastaram e os seus pés não incharam durante esses quarenta anos. v.5 Saibam, pois, em seu coração que, assim como um homem disciplina o seu filho, da mesma forma o SENHOR, o seu Deus, os disciplina. v.6 “Obedeçam aos mandamentos do SENHOR, o seu Deus, andando em seus caminhos e dele tendo temor. v.7 Pois o SENHOR, o seu Deus, os está levando a uma boa terra, cheia de riachos e tanques de água, de fontes que jorram nos vales e nas colinas; v.8 terra de trigo e cevada, videiras e figueiras, de romãzeiras, azeite de oliva e mel; v.9 terra onde não faltará pão e onde não terão falta de nada; terra onde as rochas têm ferro e onde vocês poderão extrair cobre das colinas. v.10 “Depois que tiverem comido até ficarem satisfeitos, louvem o SENHOR, o seu Deus, pela boa terra que lhes deu. v.11 Tenham o cuidado de não se esquecer do SENHOR, o seu Deus, deixando de obedecer aos seus mandamentos, às suas ordenanças e aos seus decretos que hoje lhes ordeno. v.12 Não aconteça que, depois de terem comido até ficarem satisfeitos, de terem construído boas casas e nelas morado, v.13 de aumentarem os seus rebanhos, a sua prata e o seu ouro, e todos os seus bens, v.14 o seu coração fique orgulhoso e vocês se esqueçam do SENHOR, o seu Deus, que os tirou do Egito, da terra da escravidão. v.15 Ele os conduziu pelo imenso e pavoroso deserto, por aquela terra seca e sem água, de serpentes e escorpiões venenosos. Ele tirou água da rocha para vocês, v.16 e os sustentou no deserto com maná, que os seus antepassados não conheciam, para humilhá-los e prová-los, a fim de que tudo fosse bem com vocês. v.17 Não digam, pois, em seu coração: ‘A minha capacidade e a força das minhas mãos ajuntaram para mim toda esta riqueza’. v.18 Mas, lembrem-se do SENHOR, o seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza, confirmando a aliança que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê. v.19 “Mas se vocês se esquecerem do SENHOR, o seu Deus, e seguirem outros deuses, prestando-lhes culto e curvando-se diante deles, asseguro-lhes hoje que vocês serão destruídos. v.20 Por não obedecerem ao SENHOR, o seu Deus, vocês serão destruídos como o foram as outras nações que o SENHOR destruiu perante vocês.
Deuteronômio 8

INTRODUÇÃO:
1. Se tivéssemos tanto anseio de ser salvo do pecado, como temos de ser salvos da dor, seria isso seria um medo saudável.
a. Este capítulo é rico em pensamentos sugestivos. Aqui são indicadas as grandes bênçãos fundamentais (principais) que teriam de caracterizar toda vida cristã.
2. Há quatro bênçãos citados no primeiro verso como resultado da obediência. Todos os mandamentos que hoje vos ordeno guardareis para os fazer, para que vivais, e vos multipliqueis, e entreis, e possuais a terra que o SENHOR jurou a vossos pais. ARC
a. 1) Vida: “Para que vivas”.
b. 2) Fertilidade: “Vos multipliqueis”.
c. 3) Progresso: “Entreis”.
d. 4) Posse: “Possuais a terra”.
3. A vida cristã é:

I. UMA VIDA SOB A ORIENTAÇÃO DE DEUS. (v.2 “Lembrem-se de como o SENHOR, o seu Deus, os conduziu por todo o caminho no deserto, durante estes quarenta anos, para humilhá-los e pô-los à prova, a fim de conhecer suas intenções, se iriam obedecer aos seus mandamentos ou não.).
1. Ele os conduziu na coluna da nuvem e de fogo.
a. A nuvem ardente era para eles o que é para nós a Palavra de Deus: espírito e poder.
b. O Espírito Santo o conduzirá a toda a verdade (João 16:13 Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir.).
c. Todos os que são liderados, conduzidos pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.

II. UMA VIDA DE HUMILDADE DIANTE DE DEUS. (v.2 “Lembrem-se de como o SENHOR, o seu Deus, os conduziu por todo o caminho no deserto, durante estes quarenta anos, para humilhá-los e pô-los à prova, a fim de conhecer suas intenções, se iriam obedecer aos seus mandamentos ou não.).
1. Nós nunca escolheríamos para nós o caminho da humilhação.
a. Ser humilde é precisamente ser colocado naquela posição em que Deus mesmo pode encontrar mais lugar em nossas vidas.
b. O processo de prova é sempre doloroso, mas útil.
c. Pretende-se expor o que está em nossos corações, para que possamos ser bem aprovados ou condenados diante de Deus
i. Gênesis 22:12 “Não toque no rapaz”, disse o Anjo. “Não lhe faça nada. Agora sei que você teme a Deus, porque não me negou seu filho, o seu único filho.”,
ii. 2 Crônicas 31:12 Então recolheram fielmente as contribuições, os dízimos e os presentes dedicados. O levita Conanias foi encarregado desses deveres, e seu irmão Simei era o seu auxiliar.

III. UMA VIDA SUSTENTADA POR DEUS. (v.3 Assim, ele os humilhou e os deixou passar fome. Mas depois os sustentou com maná, que nem vocês nem os seus antepassados conheciam, para mostrar-lhes que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca do SENHOR.).
1. Tirou água da rocha (Ele os conduziu pelo imenso e pavoroso deserto, por aquela terra seca e sem água, de serpentes e escorpiões venenosos. Ele tirou água da rocha para vocês,).
a. A sustentação das suas vidas era tão milagrosa quanto a salvação que haviam experimentado.
b. O Pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo (João 6:50 Todavia, aqui está o pão que desce do céu, para que não morra quem dele comer. v.51 Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo”.).
c. Cristo não só salva, mas também satisfaz (Filipenses 4:19 O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus.).
d. Se alguém comer este pão, ele viverá para sempre. A Palavra era Deus, e o Verbo fez-se carne, e habitou entre nós.

IV. UMA VIDA DE DEPENDÊNCIA EM DEUS (v.3 Assim, ele os humilhou e os deixou passar fome. Mas depois os sustentou com maná, que nem vocês nem os seus antepassados conheciam, para mostrar-lhes que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca do SENHOR.).
1. O que sai da boca de Deus deve ser escutado com fé.
a. Vivemos pela fé no Filho de Deus. “Suas palavras foram encontradas, e eu as comi” (Jeremias 15:16 Quando as tuas palavras foram encontradas, eu as comi; elas são a minha alegria e o meu júbilo, pois pertenço a ti, Senhor Deus dos Exércitos.).
b. Na Palavra de Deus existe o que é exatamente apto para toda constituição espiritual. “Todos comeram o mesmo alimento espiritual.”
c. João 6:68 Simão Pedro lhe respondeu: “Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna.

V. UMA VIDA DE ESPERANÇA EM DEUS. v.7 Pois o SENHOR, o seu Deus, os está levando a uma boa terra, cheia de riachos e tanques de água, de fontes que jorram nos vales e nas colinas; v.8 terra de trigo e cevada, videiras e figueiras, de romãzeiras, azeite de oliva e mel; v.9 terra onde não faltará pão e onde não terão falta de nada; terra onde as rochas têm ferro e onde vocês poderão extrair cobre das colinas.
1. Nos versículos acima recebemos uma descrição da boa terra que se estendia diante deles, de modo que eles deveriam esquecer das coisas que ficaram para trás e se dirigirem para as melhores coisas que tinham diante deles.
a. Corra para que você a obtenha (Filipenses 3:12 Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. v.13 Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, v.14 prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.), e receba o fim de sua fé, a salvação das almas
b. E recebam a salvação (1 Pedro 1:9 pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.)
c. Quem espera em Deus se purifica. (1 João 3:3 Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro.).

VI. UMA VIDA DE LOUVOR A DEUS. (v.10 “Depois que tiverem comido até ficarem satisfeitos, louvem o SENHOR, o seu Deus, pela boa terra que lhes deu.).
1. O Senhor quer que nós o louvemos com um coração transbordando.
a. São aqueles que encontraram satisfação que bendizem ao Senhor (Salmo 103:1 Bendiga o Senhor a minha alma! Bendiga o Senhor todo o meu ser! v.2 Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça nenhuma de suas bênçãos! v.3 É ele que perdoa todos os seus pecados e cura todas as suas doenças, v.4 que resgata a sua vida da sepultura e o coroa de bondade e compaixão, v.5 que enche de bens a sua existência, de modo que a sua juventude se renova como a águia.).
b. Aquele que come para o Senhor certamente dará graças (Romanos 14:6 Aquele que considera um dia como especial, para o Senhor assim o faz. Aquele que come carne, come para o Senhor, pois dá graças a Deus; e aquele que se abstém, para o Senhor se abstém, e dá graças a Deus.).
c. A alma com fome grita, Senhor, abençoe-me. A alma satisfeita diz: Senhor, eu te bendigo. Graças a Deus por seu dom inscritível.

VII. UMA VIDA ENERGIZADA POR DEUS. (v.18 Mas, lembrem-se do SENHOR, o seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza, confirmando a aliança que jurou aos seus antepassados, conforme hoje se vê.).
1. Ao salvar o povo da pobreza do Egito; ao sustentá-los num deserto grande e terrível; conduzindo-os na terra da promessa e da abundância;
a. Com tudo isso Ele lhes dava o poder de alcançar riquezas. O poder, portanto, foi o que lhes permitiu se apegar e tomar posse dos mais plenos presentes da sua graça.
b. Esse poder nós temos no Espírito Santo, que através da sua presença sustentadora e condutora nos capacita a entrar na plenitude da bênção em Cristo Jesus, nosso Senhor.
c. No dom do Espírito, Deus nos deu poder para alcançar a riqueza: a abundância das inesquecíveis riquezas de Cristo agora, e as riquezas da sua inefável (inexprimível) glória depois disso.
2. Essa benção do Senhor enriquece.
a. Por que chorar por causa da pobreza e de enfraquecimento (debilitar-se) quando Deus lhe tem dado o poder para fazer riquezas?
b. Compre de Mim e seja rico (Apocalipse 3:18 Dou-lhe este conselho: Compre de mim ouro refinado no fogo, e você se tornará rico; compre roupas brancas e vista-se para cobrir a sua vergonhosa nudez; e compre colírio para ungir os seus olhos e poder enxergar.). Receba o Espírito Santo.

Leave a Comment